Se o empregado tiver a função chefia, com possibilidade de dar ordens, admitir, demitir, punir, etc. e não estiver sujeito a controle de horário, terá direito a um adicional de 40% a mais no salário, que deverá ser informado de forma distinta em folha de pagamento, visto que estaria configurado o “cargo de confiança”.